sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Para começar o ano bem, aposte nos sucos naturais






Depois das festas de final de ano, temos que recuperar os excesso da nossa alimentação. Esqueça os sucos industrializados, nada substitui o suco feito com a própria fruta. Como o verão já está chegando, aproveite para se hidratar com sucos saudáveis e nutritivos. Evite o excesso de açúcar ou se possível saboreie o seu suco sem acrescentar açúcar. Temos de buscar incentivar todos os membros de nossa família a consumir bastante  água neste verão, além de  frutas, verduras e legumes. Buscar os períodos de safra dos principais vegetais, como selecionar, armazenar e higienizar os produtos a serem utilizados são também muito importante. Veja algumas receitas de sucos e feliz 2014!
Chá Mate com Cascas de Abacaxi
Ingredientes: 2 xícaras (chá) de água (480ml) e 2 colheres (sopa) de erva mate (12g)
Preparo:Coloque a água em uma panela ou chaleira e deixe ferver. Retire do fogo e adicione a erva mate. Abafe e deixe descansar por cinco minutos. Coe e reserve.

Suco de cenoura, maçã, gengibre e salsinha
Ingredientes:
- 3 cenouras médias (450g)
- 1 pedaço de gengibre de 1,5cm (12g)
- 2 maçãs (322g)
- 3 galhos de salsinha (8g)
- 1 litro de água gelada
Preparo:
Higienize as cenouras, o gengibre, as maçãs e a salsinha. Descasque o gengibre e reserve. Retire as sementes das maçãs e o excesso de talo da salsinha. Descasque as cenouras, o gengibre, as maçãs, e a salsinha com a água e coe. Adoce, se necessário, e sirva gelado.


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

IOGURTE E BEBIDA LÁCTEA: QUAL A DIFERENÇA?


A variedade de iogurtes ou bebidas lácteas que surgem no mercado é crescente. Muitos são os sabores, 
propriedades, teor de gordura, teor de açúcar... O que deixa muitos consumidores confusos com relação 
ao que estão realmente ingerindo. Afinal, qual a diferença entre iogurte e bebida láctea? 
Primeiro é importante ressaltar que um ou outro alimento não necessariamente é prejudicial à saúde por 
si só, no entanto a falta de conhecimento pode nos levar a comprar um alimento que não o desejado. 
 O termo bebida láctea se refere à mistura do leite (que pode ser integral, desnatado ou parcialmente 
desnatado, por exemplo) com o soro do leite (que seria o subproduto da produção do queijo). Além de 
leite e soro do leite a bebida láctea pode ou não conter gordura vegetal adicionada, leite fermentado, 
fermentos lácteos e outros produtos alimentícios como polpa de frutas e mel. A base láctea do produto 
deve corresponder a pelo menos 51% do total do alimento. 
Já o iogurte não necessariamente apresenta o soro do leite, sendo geralmente mais consistente. E 
ingredientes opcionais não lácteos não podem ultrapassar os 30% do produto. 
Por conta destas características que os distinguem o iogurte apresenta maior teor de proteínas, cálcio e 
de bactérias lácteas benéficas ao organismo. Neste sentido ele é mais vantajoso para a saúde. Ajudando 
no alcance das necessidades diárias de nutrientes, além de seu consumo regular melhorar a qualidade da 
flora intestinal (o que auxilia no funcionamento intestinal e na proteção do sistema imune). A 
“vantagem” da bebida láctea seria um menor teor calórico, já que ela é mais “diluída” por acrescentar o 
soro do leite e outros produtos alimentícios. 
Portanto, pode-se observar que geralmente a bebida láctea é mais barata por ter em sua composição 
uma quantidade menor de nutrientes nobres quando comparada ao iogurte. O esclarecimento então é 
importante para se ter consciência do que se está consumindo, e que aquele é o alimento adequado para 
o objetivo escolhido, garantindo assim que A SUA ALIMENTAÇÃO realmente FARÁ A DIFERENÇA NO SEU BEM VIVER! 

QUAL A MELHOR ESCOLHA? 

Para os leitores que estão querendo perder uns quilinhos e se animaram com o baixo valor calórico da bebida láctea, CUIDADO, pois quando pensamos em emagrecimento pensamos em mudança de hábitos, se o indivíduo não consome alimentos saudáveis ele engorda, ao passar a consumir alimentos saudáveis ele tende a manter o corpo com uma boa distribuição. O nutricionista deve fazer o papel de um companheiro nessa nova jornada de escolhas para uma vida mais saudável e longa. Nesse contexto,  não é sugerida a bebida láctea, pois o melhor é fazer o iogurte  caseiro, pois não leva nenhum conservante, aromatizante, corante, amido de milho, leite em pó, e a fruta pode ser a derivada de uma geléia, ou seja, é natural. Bebida láctea não conseguimos fazer em casa. Quando você consegue reproduzir em casa um determinado alimento, é sempre mais saudável que o comprado pronto.



FAÇA EM CASA VOCÊ MESMO SEU IOGURTE CASEIRO:  (NÃO PRECISA DE IOGURTEIRA)

1 litro de leite integral – qualquer tipo, saquinho, longa vida, pasteurizado – até 37ºC ou como se fosse preparar uma mamadeira de neném. Sugiro usar um pirex e colocar o leite na temperatura ambiente, no microondas por 1 minuto, homogeneizar e virar 1 copo de iogurte integral natural – de preferência com a data de validade mais próxima da fabricação, pois queremos uma quantidade maior de fermentadores vivos, misturar e deixar fora da geladeira por 8 a 12h coberto com 1 pano de prato em local arejado – não cubra com filme plástico, nem com tampa, pois precisa ter oxigenação. Quando estiver na consistência desejada pode tampar e guardar na geladeira, o rendimento é de 1L e 200ml o custo é muito mais barato. 

DICA: Consuma o iogurte caseiro (200ml) com 1 colher de sopa de:  geléia de fruta ou com mel e granola ,ou com aveia, ou  amaranto ou chia ou linhaça ou como tempero de salada, ou substituindo o leite nas preparações caseiras (substituindo o leite por iogurte por exemplo nas receitas de bolo).

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

MENOPAUSA: ADEQUE SEU CARDÁPIO E VIVA MELHOR

Para garantir um cardápio saudável que possa auxiliar no combate aos efeitos da menopausa,  varie cores, consuma todos os dias frutas, verduras (verde-escuras, alimentos integrais, castanhas e óleos vegetais). Veja o que não pode faltar no seu prato:
                                                 
Vitamina E: diminui as ondas de calor. 
Fontes: Sementes oleaginosas e óleos vegetais. 

Vitamina B6: importante para a formação de neurotransmissores (triptofano), melhora o bem estar. 
Fontes: cereais integrais, ovos e grãos. 

Vitamina C: necessária para síntese de hormônios ovarianos.
Fontes: Frutas cítricas. 

Ácido Fólico: ajuda a repor DNA e diminui o risco de câncer de mama. 
Fontes: vegetais verdes escuros. 

Magnésio: age no bom humor, no relaxamento muscular e na formação de  neurotransmissores. 
Fontes: cereais integrais, grãos, beterraba e sementes oleaginosas.

Cálcio: essencial para garantir a massa óssea e contração muscular. 
Fontes: Vegetais verdes, leite e derivados.  

Vitamina D3: reforça o sistema imunológico, melhora a absorção de cálcio.
Fontes: óleos vegetais. 

Selênio: antioxidante e fortalece as funções cerebrais. 
Fonte: castanha do Pará (2 POR DIA), OU nozes, avelã, castanha de caju (5 unidades/dia ou 2 colheres de sopa)

Ômega 3: melhora as funções cerebrais, impulsos nervosos, regula a ação insulínica - glicose, diminui colesterol ruim (LDL) e melhora a fluidez sanguinea. 
Fontes: linhaça e peixes de água fria. Substâncias fitoestrogenas: possuem ação similar ao hormônio estrógeno. 

Proteínas de alto valor biológico: para evitar o enfraquecimento e a diminuição dos músculos. 
Fontes: ovos, aves e carne bovina. (carnes magras)

Zinco: é necessário para síntese de hormônios, para melhorar as funções ovarianas e otimizar as funções estrogênicas. 
Fontes: Frutos do mar e peixes.


sábado, 23 de novembro de 2013

Relação cintura / quadril e doenças cardiovasculares





A relação entre a cintura e o quadril (RCQ), é um excelente meio para identificar a existência do risco aumentado para doenças cardiovasculares. Estudos científicos provaram que uma grande concentração da gordura abdominal, mesmo sem considerar o grau de obesidade, é um fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardíacas. Mede-se a circunferência da cintura (na maior circunferência entre a última costela e a crista ilíaca, horizontalmente, com o indivíduo em pé) e a circunferência do quadril (na altura do trocânter do fêmur), podendo ser calculada a relação cintura-quadril ou razão abdome-quadril. Quanto maior a relação ou a medida da cintura, maior o risco de doenças cardiovasculares e diabetes mellitus.  Segundo Ministério da Saúde e  a ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica), na aferição da relação cintura/quadril resultados superiores a 0,80 com para mulheres e acima de 0,94 para homens, indica alto risco para doenças cardiovasculares, sendo o risco maior quanto maior for o valor. Também são considerados o peso, estatura e outros fatores. O que fazer se os resultados forem elevados? Procure um nutricionista para adequação dos alimentos que você anda comendo. Veja se você está fazendo atividade física, pense se está consumindo muita fritura, refrigerantes e lanches muito calóricos. Troque estes hábitos por saladas cruas, pães integrais, inclua fibras na sua rotina, queijos magros e frutas. Não fique sem se alimentar mais do que 3 horas. Cuidado com as quantidades. Mesmo alimentos saudáveis possuem calorias se não forem consumidos nas quantidades corretas. Pois o excesso de gordura prejudica não só o coração, mas também o fígado, ocorre aumento no colesterol e diversos outros agravos. Cuide-se e mantenha sempre seu corpo saudável

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

O que comer antes e durante uma prova de concurso

Concurso a todo o momento é lançado nas bancas de jornal e na internet. O nervosismo é comum, mas existe alguns alimentos que  podem ser úteis para aliviar um pouco da tensão que envolve enfrentar essa etapa, que pode garantir uma vaga  no emprego desejado. A alimentação feita da forma correta, ajuda o candidato a se concentrar na hora prova e evitar inconvenientes.  O candidato  deve lembrar que precisa consumir alimentos de fácil digestão. Então não entram aí as carnes vermelhas. O indicado é comer uma fonte de proteína, mas que seja um filé de peixe, ou um frango desfiado misturado em uma salada de vegetais. No café da manhã precisam entrar vitaminas, sais minerais e carboidratos, que devem ser ingeridos pelo menos uma hora antes da prova.  É importante consumir o gergelim e se tiver o hábito do leite, o iogurte, o queijo, as frutas. O consumo de fibras também é interessante, principalmente a aveia fibras. A fibra é essencial para auxiliar na digestão. Para o horário da prova o recomendado é evitar alguns tipos de alimentos. Pode levar lanches rápidos como barras de cereal. Não  recomendo levar bolachas recheadas porque elas contêm gorduras trans, que vão dificultar a digestão e dar uma sensação de saciedade incômoda. Biscoitos integrais em pacotinhos pequenos são práticos e rápidos de consumir. Pode-se levar também água caso a prova demore muito. (Dica: Se seu intestino já funciona muito bem, só não exagere no excesso de fibras).


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Alimentos e imunidade: Como fortalecer seu corpo





Você já sabe que ter uma ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA  é fundamental para uma boa imunidade. Mas que tal transformar a cozinha em uma aliada na prevenção de doenças?

A fórmula para manter o equilíbrio metabólico e imunológico do organismo é: além de uma dieta com proteínas, minerais e vitaminas, invista em antioxidantes e anti-inflamatórios, como o alho, o gengibre, a salsa, o guaco, a hortelã, a canela, a pimenta e a mostarda. Em tempo: fuja das bebidas alcoólicas e gorduras saturadas (gorduras animais) e trans (biscoitos recheados e outros alimentos). Não deixe faltar estes nutrientes no seu prato, cuide de seu corpo principalmente nas mudanças de tempo e evite o resfriado, consuma:


Aminoácidos

A falta de aminoácidos na alimentação afeta a imunidade, deixando você mais exposta a doenças como a gripe.

Por isso, inclua em suas refeições peixes, carnes, derivados de leite, ovos e soja, que são importantes na constituição de anticorpos. 

Selênio 

É um mineral de grande capacidade antioxidante, ou seja, bloqueia a ação dos radicais livres (que impedem a renovação das células do nosso corpo). A castanha-do-pará é a principal fonte desse nutriente, que também pode ser encontrado (em menor quantidade) no salmão, no fígado bovino e no alho, por exemplo. 

Vitamina A

Essa vitamina é importante para a manutenção da integridade das mucosas e para o aumento da imunidade do organismo.Sua falta pode levar à redução do número de um tipo de célula de defesa: os linfócitos T circulantes, o que amplia a probabilidade de infecções bacterianas e virais.Portanto, tenha certeza de que está ingerindo diariamente alimentos como cenoura, abóbora, batata-doce, milho, damasco seco, brócolis, melão e mamão.

Vitaminas do complexo B

Fundamentais para você e sua família, uma vez que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, esses nutrientes estão presentes na lentilha, no arroz integral, no gengibre, no peixe, nas sementes de girassol, na soja, na banana, em verduras verdes, no abacate, na carne de frango, na gema de ovo e em nozes.


Vitamina C

Essa vitamina eleva a resistência às infecções, pois fortalece a atividade imunológica ao aumentar a produção das células (leucócitos) que defendem o nosso organismo contra bactérias e vírus.Por isso, não podem faltar no nosso dia a dia alimentos como acerola, limão, laranja, kiwi, tomate, morango, pimentão e folhas verde-escuras.


Vitamina E

Encontrada no germe de trigo, em óleos vegetais, na amêndoa, em nozes, na castanha-do-pará, na gema de ovo, em vegetais folhosos e em legumes, é um importante antioxidante. Sua função principal é proteger as membranas celulares de substâncias tóxicas e dos radicais livres, que favorecem as infecções.

Zinco

Esse mineral é de grande importância para o nosso sistema de defesa e que a sua falta pode levar ao desenvolvimento de diversas doenças. Assim, não podemos deixar faltar na mesa carnes, peixes, aves, feijão e nozes.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

DOR DE CABEÇA E ALIMENTAÇÃO





Dores de cabeça estão entre os problemas de saúde mais comuns. Segundo dados médicos em todo o mundo, 40% das pessoas sofrem pelo menos de uma dor aguda na região por ano. As causas podem estar na ingestão de álcool e alimentos, outros problemas de saúde e principalmente em momentos de tensão, já que 90% dos casos esporádicos resultam de estresse.
A dor não está no cérebro. O desconforto pode atingir qualquer parte da cabeça, desde a pele, músculos, veias, dentes e terminações nervosas. Se chegar até as células cerebrais é porque não se trata de dor e, sim, de um problema mais sério. Um bom diagnóstico precisa levar em consideração as características da dor, que pode ser latejante, como se fosse uma pressão ou uma pontada, sua intensidade, a área afetada, frequência e duração.



Existem mais de 150 tipos diferentes de dor de cabeça e o que observo no meu dia-a-dia de consultório é que muitas delas desaparecem quando o paciente melhora a qualidade de sua alimentação. As pessoas esquecem que as células do nosso corpo são formadas de nutrientes e que muitas vezes, o desequilibro nutricional pode levar a dores de cabeça e até enxaqueca.

Primeiro passo para um tratamento nutricional é a investigação considerando a individualidade bioquímica, avaliar a ingestão dos nutrientes essenciais tanto em quantidade como em qualidade, verificar como se encontra a digestão, mas também absorção, utlização e excrecao do paciente.


Dos alimentos, talvez a novidade para você, seja que o grupo das frutas citricas é um dos maiores causadores de enxaqueca. Esse é o grupo da laranja, limão, tangerina, toranja, pomelo.
Lembre-se que o grupo das frutas NÃO tem nada a ver com frutas ácidas ou fontes de vitamina C, como o abacaxi, acerola, etc. Algumas pessoas já identificaram os alimentos prejudiciais como embutidos (linguica, salchicha, peito de peru, etc.) por conter nitrito ou ainda os industrializados que possuem glutamato monossódico (GMS) entre seus ingredientes (aliás, presente na maioria deles!), chocolate, vinho, carne suina e principalmente a cafeina.

Uma observação importante: quem for consumidor crônico de um desses alimentos, o café, por exemplo, não deve retirá-lo, sem usar ao mesmo tempo, suplementos alimentares, com risco de ter uma sindrome de abstinência.

Veja alguns alimentos que podem causar dor de cabeça:

Alimentos
 O conteúdo e tipo de gordura influenciam no surgimento dos sintomas assim como o teor de tiramina (um aminoácido) existente nos alimentos. Segundo estudos, 30 mg de aspartame por dia aumentam em 9% as chances de enxaqueca em pessoas predispostas. O jejum prolongado é considerado um comportamento alimentar que também pode desencadear o problema.
Açúcar e café
Pessoas que apresentam crises frequentes de dores de cabeça devem evitar o consumo excessivo de doces e bebidas, como café. No caso do açúcar, os níveis glicêmicos do sangue sobem e caem muito rápido e fazem com que o organismo utilize outros mecanismos para manter os níveis de glicose cerebral. Um deles é o aumento da produção de catecolaminas (gerando vasoconstrição dos vasos sanguíneos), que tem como consequência o aumento da frequência cardíaca, da temperatura, irritabilidade e a produção de prostaglandinas que causam vasodilatação e, por consequência, a enxaqueca. No caso do café, o problema reside na cafeína, que também está presente no chá-mate, guaraná, cacau e chocolate. Tem ação vasodilatadora nos vasos sanguíneos do corpo e ação vasoconstritora dos vasos sanguíneos do cérebro.

Itens a serem evitados:

Algumas substâncias são reconhecidas por desencadear crise de dores de cabeça. A tiramina, presente em queijos amarelos, chocolates, vinagre, bebidas alcoólicas, iogurtes, lentilha, amendoim, sementes, em algumas frutas, como abacate, banana e frutas cítricas, é uma delas. Alimentos processados, embutidos, industrializados e em conserva possuem substâncias como o glutamato monossódico, que inibe as células cerebrais de absorve a glicose, desencadeando a dor. Ainda existe o nitrit, um conservante que possui ação vasodilatadora que pode causar cefaleia. O glutamato é muito usado na cozinha chinesa o que levou à criação da expressão 'síndrome do restaurante chinês.

PROCURE UM NUTRICIONISTA PARA UMA AVALIAÇÃO, OBSERVE QUAIS ALIMENTOS VOCÊ RETIRANDO DO SEU DIA A DIA , VÃO MELHORAR A SUA DOR DE CABEÇA.

PROBLEMAS NA TIREÓIDE E A PERDA DE PESO:




Cerca de 15% da população sofre com problemas na tireóide, o que coloca essas doenças entre as que mais atingem os brasileiros, principalmente o sexo feminino, de acordo com o censo do IBGE, Outro dado da instituição afirma que cinco milhões de mulheres não sabem que tem algum tipo de disfunção na tireoide por falta de conhecimento dos sintomas.

Os maus que mais acometem a tireoide são o hipotireoidismo, o hipertireoidismo e a aparição de nódulos benignos nessa glândula. Todas essas alterações podem ser tratadas sem maiores problemas se diagnosticadas rapidamente. Contudo, como os sintomas são difíceis de detectar, uma grande parte das pessoas que sofre com problemas na tireoide não consegue identificar o problema.


A tireoide, que se localiza no pescoço, libera dois hormônios essenciais para o bom funcionamento do organismo, o T3 (tri-iodotironina) e o T4 (tiroxina). Eles regulam a velocidade do metabolismo e interferem no desempenho de órgãos importantes, como o coração, rins e também no ciclo menstrual. Por isso, qualquer disfunção na tireoide afeta várias funções vitais do nosso corpo

O hipotireoidismo
O hipotireoidismo pode ser classificado como a baixa produção dos hormônios produzidos pela tireoide. O sexo feminino é mais afetado com essa falha na produção no T3 e T4. Estimativas feitas pelo IBGE dizem que atinja cerca de 10 vezes mais as mulheres do que os homens. Isso acontece principalmente no climatério, última menstruação antes da menopausa, quando o tipo mais comum de hipotireoidismo, a Tireoidite de Hashimoto, se mostra mais comum. 

"Os sintomas de hipotireoidismo podem ser resumidos em todos aqueles sinais de que o metabolismo está desacelerado"

Sintomas
Os sintomas podem ser resumidos em todos aqueles sinais de que o metabolismo está desacelerado, como menor número de batimentos cardíacos, intestino preso, menstruação irregular, diminuição da memória, cansaço excessivo e dores musculares.

Alimentação

 A alimentação não determina o surgimento da doença. Como fator de proteção, os alimentos ricos em selênio são uma boa opção."O selênio parece contribuir para o bom funcionamento tireoidiano. Além disso, este mineral tem um papel antioxidante, que também age no controle de radicais livres que podem causar danos às células saudáveis do corpo. As melhores fontes de selênio encontradas na natureza são peixes, alho, cebola, pepino e cogumelo. 
Outro nutriente que pode fazer bem a tireoide é o iodo. Os fabricantes de sal de são obrigados por lei a colocar uma quantidade de iodo que possa prevenir doenças na tireoide. A ingestão de frutos do mar e algas, também ajuda a aumentar os níveis de iodo no organismo. Não é preciso salgar demais a comida, já que ingerir mais do que seis gramas de sal e de iodo pode até ser prejudicial à saúde da tireoide. 
Existem alimentos conhecidamente bociogênicos (causadores do aumento do volume da tireoide), e seu consumo não deve ser exagerado, já que, somados com outros fatores como pré-disposição genética e falta de iodo no organismo, podem causar problemas na tireoide. Entre esses alimentos estão o repolho, couve-de-bruxela, brócolis, espinafre e couve-flor. Que devem ser evitados.
HIPERTIREOIDISMO
O hipertiroidismo, mesmo sendo um pouco menos comum que o hipotireoidismo, ainda afeta milhões de pessoas no Brasil, segundo dados do IBGE. Assim como o hipotireoidismo, o hipertireoidismo é mais comum nas mulheres. O sexo feminino está mais propenso a ter essa doença. Os números da Organização Mundial da Saúde estimam que as mulheres sofrem até cinco vezes mais com o hipertireoidismo do que os homens.
Causas
A causa mais comum de hipertiroidismo é quando a glândula da tireoide encontra-se exageradamente ativa, produzindo uma excessiva quantidade de hormônios, condição denominada também de bócio difuso tóxico ou Doença de Graves.

Outros problemas, como tumores e excesso de iodo no organismo também podem fazer com que a tireoide passe a produzir uma quantidade maior de T3 e T4, causando assim mudanças em todo o corpo.  
Sintomas
Os principais sintomas do hipertireoidismo são o oposto do hipotireoidismo, ou seja, irregularidade e aceleração nos batimentos cardíacos, geralmente acima de 100 batimentos por minuto, nervosismo, mãos trêmulas e sudoreicas, ondas de calor repentinas, intestino solto, perda de peso acentuada sem intenção.

Alimentação
Os principais sintomas do hipertireoidismo são o oposto do hipotireoidismo, ou seja, irregularidade e aceleração no metabolismo
O excesso de ingestão de iodo (alimentos ricos em iodo: ostras, moluscos e outros mariscos e peixes de água salgada, algas, consumo excessivo de sal iodado) pode, em indivíduos predispostos, levar ao quadro de hipertiroidismo e suas complicações (arritmias cardíacas, por exemplo), principalmente em idosos. 

O tratamento deve ser feito com médico endocrinologista e também um nutricionista para orientações alimentares. Nos casos em que a glândula foi afetada por um tumor, existe a opção da cirurgia para a retirada da tireoide, após isso deve haver o tratamento com medicamentos para a reposição hormonal. 

terça-feira, 27 de agosto de 2013

SUCOS PODEROSOS PARA SE TORNAR UMA DIVA!



A melhora do viço da pele e do cabelo pode estar relacionada à alimentação. Acabe então com os principais problemas de beleza com a ajuda de alguns sucos poderosos. Mas não precisa passar o dia à base de suco: um copo uma ou duas vezes ao dia é o bastante. (Lembrando que não se deve ingerir líquidos junto do almoço ou jantar). Ou seja prefira tomar na parte da manhã ou a tarde. Uma boa dica é usar também nos sucos 1 colher de semente de chia, OU amaranto OU linhaça, para adicionar ainda mais nutrientes e melhorar também a saúde do seu intestino.

1. Suco seca espinha

Ingredientes
· 1 maçã verde
· 1 folha grande de couve
· 1 rodela de abacaxi
· 1 laranja-lima

Modo de fazer
Bata no liquidificador a maçã, a couve, o abacaxi e a laranja. Se preferir, enfeite o copo com algumas folhinhas de hortelã.

Como age
De ação anti-inflamatória, é desintoxicante e ativa a produção de queratina, diminuindo a oleosidade do rosto e do cabelo.

2. Vitamina 7 anos a menos!

Ingredientes
· 1 cenoura
· 1 fatia média de beterraba
· 2 folhas de couve
· 1 punhado de espinafre
· 1 maçã verde
· 1/2 laranja

Modo de fazer
Passe todos os alimentos na centrífuga e beba bem geladinho. Se preferir a vitamina com consistência mais grossa, bata no liquidificador.

Como age
Essa combinação de ingredientes leva alguns dos alimentos mais poderosos no combate a rugas! A vitamina ainda melhora a textura da pele e deixa o cabelo mais forte e brilhante.

3. Suco pele de bebê

Ingredientes
· 2 maracujás (sem sementes)
· 8 morangos
· 1 fatia de manga
· 1 folha de couve
· 1 copo de água gelada

Modo de fazer
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva em seguida, com pedrinhas de gelo. Não precisa nem coar!

Como age
Refrescante, desintoxicante, tem ação anti-inflamatória e auxilia na formação do colágeno, evitando o surgimento de rugas.

4. Bebida cabelo de diva

Ingredientes
· 1/2 copo de suco de laranja
· 1 cenoura pequena ralada
· 1 col. (sopa) de linhaça dourada
· 1 buquê de brócolis
· 1/2 copo de água mineral gelada

Modo de fazer
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva adoçando a gosto, com mel ou adoçante (nada de colocar açúcar, senão você ganha um cabelo de diva e alguns quilos extras).

Como age
Feita com linhaça dourada, ajuda o corpo a produzir queratina, substância que funciona como a “base” de unhas e cabelos fortes. A linhaça pode ser encontrada em farmácias de manipulação ou lojas que vendam produtos naturais.

5. Vitamina antitoxinas

Ingredientes
· 2 folhas de couve
· 1 xíc. (chá) de folhas de espinafre
· 1 punhado de folhas de erva-doce
· 1 copo de suco de laranja
· 1/2 cenoura ralada
· 1 punhado de hortelã
· 1 castanha-do-pará

Modo de fazer
Pique os ingredientes grosseiramente e bata todos no liquidificador, junto com algumas pedrinhas de gelo. Beba logo em seguida, para aproveitar o máximo de nutrientes.

Como age
Energética, essa vitamina limpa todo o organismo, eliminando as toxinas, e ainda tem ação anti-inflamatória, que blinda o corpo contra gripes, resfriados, crises de sinusite e outras doenças.

Preparando a pele para o verão




Com uma alimentação rica em vitaminas para a pele, é possível adquirir um rosto e corpo saudáveis
Para obter uma pele bonita e bem hidratada nada melhor do que  uma alimentação equilibrada, ou seja, rica em vitaminas e minerais, que vai trazer benefícios para todas as funções do organismo. Entre essas substâncias, as mais importantes vitaminas para a pele são A, C, E, complexo B, ômega, cobre e betacaroteno. A biodiversidade de frutas, legumes e cereais facilita uma dieta saudável e equilibrada para qualquer pessoa, não sendo desculpa a falta desses alimentos, que são facilmente encontrados nas feiras e mercados públicos do país. Porém também é importante lembrar que prato deve estar bem colorido com uma boa diversidade dos alimentos, variando sempre as cores.
Vitaminas importantes para a pele
A vitamina A é uma das mais importantes, pois ela mantém as células saudáveis e remove estrias, acne, rugas e cicatrizes. Alimentos que a possuem em maiores quantidades:
• manteiga, leite, gema de ovos, queijo
• cenoura
• fígado, sardinha

Entre as demais vitaminas para a pele, a vitamina C conta com características hidratantes, fornecendo propriedades esfoliantes naturais e de limpeza. Também protege a pele do sol e age como cicatrizante, por isso, deve ser ingerida através dos seguintes alimentos:
• acerola, laranja, kiwi e outras frutas cítricas
• tomate, pimentão e brócolis
• Folhas verde escuras
Entre os nutrientes que servem de vitamina para a pele também está a vitamina E, que age contra a flacidez e o aparecimento de rugas. Suas fontes mais concentradas são:
•gérmen de trigo
•amendoim, girassol, nozes
• vegetais de folhas verdes

Vitaminas do complexo B e demais fontes de nutriente para a pele

Para manter o tônus da pele, o que previne a formação de acne, nada melhor do que as vitaminas do complexo B. Elas são encontradas no óleo de abacate e no óleo de semente de uva, por isso, a mulher pode usar máscaras faciais com essas substâncias para nutrir a pele. Já o betacaroteno é um antioxidante natural, que inibe o envelhecimento da pele, dando elasticidade à pele. Ele é encontrado, em especial, nas frutas e legumes de cores intensas, como a beterraba, abóbora, manga, agrião, espinafre e couve. O cobre também entra no grupo de vitaminas para a pele, promovendo a maturação de colágeno, o que atua na síntese da elastina, resultando em uma pele resistente. Ele é encontrado em alimentos como lentilha, grão-de-bico, ostras e carne.

IMPORTANTE: CUIDAR DA PELE E NÃO TOMAR SOL NOS HORÁRIOS DE MAIOR INCIDÊNCIA SOLAR E PASSAR PROTETOR SOLAR. PROCURE TAMBÉM UM DERMATOLOGISTA PARA USAR CREMES ADEQUADOS PARA A SUA PELE!


É importante lembrar que o intestino deve estar um reloginho e que a boa ingestão de água além de hidratar vai também contribuir para uma pele linda ! Cuide-se procure um nutricionista e inicie agora seu cardápio detox (para eliminar as toxinas) e anti idade (para evitar o envelhecimento)!!

Veja a tabela com o resumo das vitaminas e nutrientes e sua função:
(Clique na tabela para aumentar de tamanho)

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Unhas saudáveis, alimentação equilibrada!

As unhas refletem a saúde do organismo. A unha normal é transparente, lisa, suave, permanecendo colada ao seu leito e apresentando crescimento contínuo.



Quais alterações nutricionais podem alterar o aspecto das unhas?
  • Deficiência de vitamina A: unha com aspecto de casca de ovo, esbranquiçada e quebradiça.
  • Deficiência de vitamina B12: linhas longitudinais escurecidas, cor azul enegrecida.
  • Deficiência de vitamina C: hemorragia subungueal, com a presença de pontos avermelhados.
  • Deficiência de zinco: coloração acinzentada, cutícula seca e engrossada, descamação intensa ao redor das unhas, linhas transversais bem acentuadas.
  • Deficiência de nicotinamida – vitamina B3 (pelagra - doença dos alcoólatras): linhas transversais esbranquiçadas, ausência de brilho e descolamento da parte distal da unha.
Quais os alimentos devem ser consumidos?
Fontes de vitamina A: fígado de aves, animais e cenoura
Vitamina B12: fígado, carnes
Vitamina C: laranja, limão, abacaxi, kiwi, acerola, morango, brócolis, melão, manga
Vitamina B3: ervilha, amendoim, fava, peixe, feijão, fígado
Minerais como Zinco: ostras, nozes, carne bovina, carne de frango, arroz integral, farelo de aveia, leite, feijão, semente de abobora.

Dica: Prato colorido com carnes magras (grelhadas ou cozidas), peixe 1 vez na semana e muitas verduras e legumes diversificados. Não esquecendo do consumo de frutas. Um prato bem colorido e variado durante a semana, consegue atingir as vitaminas e minerais de que o nosso corpo necessita.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Como está sua alimentação? Seus cabelos andam caindo? Veja abaixo quais os alimentos que vão te ajudar

O que você anda comendo? Se não  está bebendo muito água é a primeira coisa que terá de melhorar.  É importante também, consumir alguns alimentos que irão ajudar a manter os cabelos mais saudáveis, além de escolher um bom shampoo e produto para utilizar de acordo com seu tipo de cabelo. Algumas vitaminas e minerais ajudam na queda de cabelo e principalmente o zinco (alguns alimentos fonte de zinco são: ostras, camarão, carnes bovina, de frango e de peixe, fígado, gérmen de trigo, grãos integrais, castanhas, cereais, legumes e tubérculos.). Outros alimentos que precisam ser consumidos são os fonte de Ácido fólico (consuma alimentos como: feijão, laranja, amendoim, lentilha, cereais, espinafre, brócolis, couve – todos os vegetais verde escuro, milho, ovos,  leite, tomate) e o ferro  também não pode faltar, presente em  (carnes em geral, feijão, lentilha) também são importantes. As vitaminas e  minerais  ajudam na queda e a fortalecer os fios, também melhorando na sua elasticidade. Sendo assim a Vitamina A ajuda a combater a oleosidade  e encontramos suas fontes nos alimentos como ovos, leite, cenoura, couve e espinafre.  A  Vitamina B5 também reduz a queda dos cabelos e potencializa o seu crescimento. Você a encontra nos alimentos como gema do ovo, leguminosas , salmão e grãos integrais. E finalmente a Vitamina E  que previne contra o envelhecimento  e contra os  raios  ultravioleta . Seus alimentos fonte são os óleos vegetais em geral, cereais, avelã, semente de girassol, amêndoas , gérmen de trigo .  Veja bem, se você tiver uma alimentação saudável e com o consumo de frutas, verduras e legumes, seu prato ficará bem colorido e você consegue ingerir muitos nutrientes. Evite comer apenas um tipo só de fruta ou legume. Assim você leva a uma monotonia alimentar e fica com carência de vitaminas e minerais. Os cabelos podem cair mas em geral caem mais rapidamente por outras causas, como deficiência de vitaminas, de ferro e proteínas, oleosidade excessiva, problemas de tireoide ou outras causas menos frequentes. A dica é  procurar um dermatologista para uma avaliação e um profissional nutricionista para que você melhore seus hábitos alimentares.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

GRANDES DICAS PARA PEQUENOS ERROS DO DIA A DIA. VOCÊ TOMA CAFÉ APÓS O ALMOÇO?

Hábito do brasileiro: - Tem um cafezinho aí? Muita gente acha que o café faz mal. Na verdade, ele acelera o metabolismo e ajuda a preservar o fígado.  Porém depende do horário em que ele vai ser consumido. Muita atenção! Nada de tomar cafezinho depois de almoçar ou jantar. A cafeína prejudica a absorção de nutrientes, como o ferro. A deficiência desse mineral pode causar anemia. Chá verde, mate e café devem ser tomados sozinhos ou acompanhados de pequenas refeições, como lanche da tarde. O mesmo acontece com o leite e seus derivados: devem ser evitados após as refeições. É um erro as mães darem iogurte e sorvete de sobremesa aos filhos. Nosso organismo prefere o cálcio ao ferro. Ou seja, se a criança comeu brócolis no almoço e, na sobremesa, pudim de leite, colocou tudo a perder. O ideal para os pequenos é gelatina e frutas”. Já as frutas cítricas, que são ricas em Vitamina C, contribuem na absorção do ferro e ainda ajudam a proteger o organismo de resfriados. Pouca gente sabe, mas espremer limão na panela ao invés de usar óleo para grelhar o frango ou o peixe evita o acúmulo de gordura no sangue. Já acrescentar aveia no preparo do arroz facilita a digestão. E ainda: beber suco de laranja batido com espinafre potencializa a absorção do ferro. Os conselhos podem parecer exóticos, mas nós nutricionistas garantimos que estes e outros segredinhos ajudam a manter o organismo equilibrado e ainda previnem o aparecimento de doenças. É importante também que, antes de seguir receitas indicadas por conhecidos, o ideal é procurar um profissional apto a elaborar dieta específica para a sua necessidade. “O que é bom para uns, pode não ser para outros. Quem sofre de doenças crônicas, como diabete e gastrite, por exemplo, deve se preocupar mais com a ingestão de certos tipos de alimentos que uma pessoa saudável não precisaria”. “Café para quem tem gastrite, por exemplo, é ruim em qualquer hora”.

PROCURE UM NUTRICIONISTA PARA FAZER UMA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR E AVALIAR SEUS HÁBITOS ALIMENTARES.

terça-feira, 30 de julho de 2013

MITOS E VERDADES DA ALIMENTAÇÃO



CHÁ VERDE
Bom para digestão, mas não deve ser tomado após o almoço. O ideal é no meio da manhã ou depois de praticar atividades físicas, pois ajuda a eliminar as toxinas. Mate, chá preto e café também devem ser evitados após almoço e jantar.

GENGIBRE
Pode ser usado como uma espécie de chá, no combate às constipações (prisão de ventre), secreções do nariz e rouquidão. Basta ferver 2 fatias de raiz fresca de gengibre, durante 10 minutos. Pode-se adicionar mel para adoçar.

INGERIR LÍQUIDOS DURANTE AS REFEIÇÕES
O hábito não engorda, mas causa aumento do abdômen, ocupando o espaço da comida.

AZEITE
Ajuda a aumentar o colesterol bom, o HDL. Porém, não pode ser levado ao fogo, pois se transforma em gordura saturada.

TOMATE
Ajuda a combater o envelhecimento e doenças cardiovasculares. Mas evite as sementes.

LEGUMES
É melhor que sejam cozidos com a casca, para conservar as vitaminas. O ideal é usar o mínimo de água possível. Para aproveitar todas as vitaminas e proteínas, use essa água para preparar arroz, feijão, lentilha e macarrão.

FIBRAS
Substitua a massa branca pela integral. A fibra ajuda na digestão e é fonte de energia.

SUCOS DE FRUTAS RICOS EM VITAMINA C
Prefira beber combinando com vegetais folhosos escuros. O suco deve ser consumido logo que fica pronto, pois a vitamina C perde suas propriedades em contato com a luz e com o ar.
 

terça-feira, 9 de julho de 2013

DICAS PARA CONTROLE DE PESO NO INVERNO



AQUEÇA O SHAKE
Bater pó para shake light com leite desnatado morno é uma opção de baixa caloria que conforta o estômago.
ASSE AS FRUTAS
Pêra, maçã, banana assadas no microondas, polvilhadas com canela ou servidas com iogurte desnatado valem por uma sobremesa de inverno.
ABUSE DAS BEBIDAS QUENTES
No café-da-manhã e no intervalo das refeições, beba chá de ervas (camomila, cidreira, erva-doce, chá verde) à vontade. E para deixá-los energeticamente mais quentes, acrescente gengibre, canela em pau ou aniz-estrelado – o sabor picante desses temperos corta o frio e a gula.

CALDO DE ERVAS COM PURE DE LENTINHA
Ingredientes para o Caldo de Ervas:
1 peito de frango (de cerca de 800 g)
1 alho-poró médio
1 cenoura grande
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 maço pequeno de salsinha
1/2 maço pequeno de manjericão
1/2 maço pequeno de hortelã
Sal a gosto.
Ingredientes para o Purê de Lentilha:
3 batatas médias
1/2 xícara (chá) de lentilha
1 colher (sopa) de manteiga
Sal a gosto.
Modo de preparo do Caldo de Ervas:

Limpe o peito de frango, retire as aparas, pele, ossos, lave a carne, seque, pique-a em cubos médios e reserve.
Limpe o alho-poró, elimine as folhas e as extremidades e pique-o em rodelas.
Lave
a cenoura, raspe a casca, pique-a em rodelas e reserve.
Aqueça o azeite em uma panela de pressão, frite o frango até dourar de maneira uniforme, junte alho-poró, cenoura, sal e refogue por mais 2 minutos.
Cubra com água (cerca de 1,5 litro), tampe a panela e cozinhe por 15 minutos ou até o frango ficar macio.
Retire do fogo, elimine a pressão e abra a panela.
Modo de preparo do Purê de Lentilha:
Lave as batatas, descasque e cozinhe-as em uma panela com 750 ml de água por 20 minutos ou até ficarem macias.
Retire do fogo, escorra a água e passe as batatas ainda quentes no espremedor, aparando em uma tigela.
Lave a lentilha, coloque-a em outra panela com água e cozinhe por 30 minutos ou até ficar macia.
Retire do fogo, escorra a lentilha, transfira para o liquidificador, junte 3 colheres (sopa) do caldo formado e bata até ficar homogêneo.
Peneire a mistura sobre a tigela com as batatas e misture manteiga e sal.
Limpe e lave salsinha, manjericão, hortelã, seque-os, separe somente as folhas e pique finamente.
Depois de cozido o caldo, peneire, aproveitando as sobras para outras preparações.
Se preferir, deixe o caldo na geladeira por uma noite, depois, com a escumadeira, retire toda a gordura da superfície.
Acrescente as ervas picadas e acerte o sal.
Coloque o caldo quente em pratos individuais, distribua por cima o purê também aquecido, moldando com o auxílio de 2 colheres de sopa e sirva em seguida.


            DICAS:

Ø  Evite consumir alimentos muito gordurosos com creme de leite, shantily, alimentos fritos.
Ø  Utilize mais alimentos cozidos, caldos(evitando colocar bacon e calabresa)
Ø  Mesmo no inverno beba bastante líquidos (pode ser chá).

Ø  Nunca deixe de realizar uma atividade física e se alimentar de 3 em 3 horas.

segunda-feira, 24 de junho de 2013

RECEITAS DE SOPA PARA ESTE INVERNO




Cuide-se procure uma alimentação balanceada no inverno para não ganhar uns quilinhos extras: evite caldos ou sopas com creme de leite, pão, calabresa, torresmos. Procure fazer com frango desfiado ou carnes magras. Abuse dos legumes! E se puder acrescente macarrão integral. Veja algumas receitas:

ABUSE DE: temperos como tomilho, orégano, salsinha, cebolinha e principalmente o alho (que ajuda na imunidade). O azeite deve ser o de embalagem de vidro que possui mais  quantidade de vitamina E (pois deixa essa vitamina preservada nesta emabalagem). Cuidado com o excesso de sal.

SOPA DE ABÓBORA:

Em uma panela aqueça 3 colheres de sopa de azeite e refogue a cebola, em seguida acrescente o alho. Assim que estiver dourado acrescente a abóbora, misture bem e acrescente a água e o sal. Deixe cozinhar por 20 a 30 minutos ou até que a abóbora esteja bem cozida. Bata no liquidificador. Despeje a sopa de volta à panela, deixe ferver. Enquanto isso, em uma frigideira, aqueça 1 colher de sopa de azeite salteie o tomilho picado por alguns segundos e adicione à sopa. Misture bem e desligue o fogo. Com o fogo desligado, acrescente o queijo  minas light  cortado em cubinhos.

SOPA DE LEGUMES:
Em uma panela aqueça o azeite, refogue a cebola e em seguida acrescente o alho. Assim que estiver dourado acrescente as rodelas de cenoura, refogue nos temperos e adicione a água e o sal. Deixe ferver, acrescente a vagem e por último as rodelas de abobrinha. Deixe cozinhar até que os legumes estejam macios, mas sem desmanchar. No liquidificador bata metade da quantidade de legumes cozidos com a água do cozimento. Volte para a panela e deixe ferver. Para o pesto de ervas misture o azeite e as ervas e adicione à sopa antes de servir. Dica: você pode variar os legumes e se quiser acrescente frango desfiado.

SOPA DE FEIJÃO:
Em um recipiente deixe o feijão de molho em 1 litro de água quente por 30 minutos. Despeje o feijão com a água em uma panela de pressão, acrescente mais 1 litro de água quente e deixe cozinhar por aproximadamente 35 minutos ou até que esteja bem cozido. No liquidificador bata metade dos grãos, volte para a panela e reserve. Em outra panela, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho adicione a carne, e deixe cozinhar por aproximadamente 15 minutos. Em seguida cozinhe os legumes até ficarem macios. Acrescente a carne com os legumes cozidos ao feijão, adicione o sal, misture e deixe ferver. Finalize com salsa picada.

Outras bem gostosas: basta cozinhar e bater no liquidificador e acrescentar tempero:

- Sopa de ervilha
- Sopa de espinafre com frango e salsinha
- Sopa alemã (com repolho branco e frango ou linguiça de frango picadinha)
- Sopa de milho com salsinha
- Canja com arroz e frango desfiado
Cria a sua. Com pouco azeite, cebola, cozinhe o legume ou alimento de preferência e incremente com frango picadinho. Bom apetite